• Conhea nosso canal no Youtube
  • Inscreva-se no noss Feed RSS de Notícias

Sexo precisa ter orgasmo?

5 fev 2014     Sem Comentários    Publicado em: Notícias, Para Ela, Para Ele, Pesquisas
oral sex in woman

oral sex in woman

Levando em conta a maioria, os homens dirão que sim, as mulheres..não. Não precisa porque nem sempre a mulher sente o orgasmo num sexo casual e nem por isso deixam de fazê-lo.
Curioso porque é comum entre as mulheres ouvir que o sexo pode ser prazeroso mesmo quando não se chega ao clímax no final. É verdade, afinal, pras mulheres é mais difícil ter orgasmo com quem não estão conectadas emocionalmente.
Debra Herbenick, pesquisadora na Universidade de Indiana, questionou: “Uma coisa que não discutimos é porquê ter orgasmo é o principal ou mesmo o único objetivo? Quem somos nó para dizer que a mulher deve ter orgasmos?”
Pois é, não, não é obrigatório! A mulher não precisa se sentir frustrada porque o homem foi mas ela ainda não..É normal, o estímulo que os homens precisam para gozar é menor se comparado ao esforço que é preciso para a mulher ter a mesma sensação.

O orgasmo da mulher não vem da penetração!

Para chegar lá, a mulher precisa muito mais de estimulação oral ou manual do clitóris – é garotos, ele não fica escondido, encontrem-no! Pronto, acharam? Calma, não é assim, não adianta só apertar, ou só chupar, ou passar a língua..calma, é necessário paciência e dedicação. Sabe aquela frase “o lugar certo, na hora certa”? Hum, é quase isso. Trata-se de equilíbrio de três coisas: ritmo, movimento e pressão, mas tudo isso combinado no mesmo momento e jeito certo, como um cofre de três números, não o primeiro estar certo se os outros dois não estão, ainda assim com dois números certos, não tem jeito! Tudo precisa estar encaixado!

encaixe penis e vagina

Uma pesquisa envolvendo 600 estudantes comandada por Justin R. Garcia, biólogo evolucionário no Instituto Kinsey na
Universidade de Indiana, e pesquisadores na Universidade de Binghamton, revelou que a probabilidade de uma mulher ter orgasmo do sexo ou sexo oral praticado num relacionamento firme é duas vezes maior que num sexo casual. A tese foi apresentada no Encontro Anual da academia Internacional de Pesquisa sobre o sexo, em 2013. Ou seja, mais que percebido já foi analisado o comportamento: “Nó atribuímos esse resultado à prática com o parceiro e ao cuidado que o homem dedica mais no elacionamento”.

Diego, 26, confessa que satisfazer a parceira “é sempre minha missão”, mas adicionou, “eu não vou me esforçar do mesmo jeito como me esforço quando estou com alguém com quem realmente me importo. Com alguém que acabei de conhecer pode ser estanho falar sobre as necessidades específicas dela na cama”.

Mas calma de novo “homens sem compromisso”, não vai ficar mais difícil pegar mulher depois dessa pesquisa. Carol, estudante de 22 anos, diz que sexo casual é muito mais frequente entre duas pessoas desconhecidas compartilhando com o outro um momento de intimidade, ainda que breve, e diz que é preciso pra aguentar a semana agitada: “É como ter uma experiência, e ter alguém pra você chamar ou que você goste, com quem você pode passar a noite se sentir que não quer ficar sozinha (…) penso que a maior parte do tempo se torna quase irrelevante se o sexo é ou não realmente bom”, diz Carol.
Amelia pensa algo parecido: “Eu sei como chegar lá sozinha. Do sexo casual levo alguma coisa a mais – um meio de liberar energia, um certo nível de intimidade, a chance de brincar e experimentar, a oportunidade de dar prazer”. Mas completa:
“Mesmo assim, ainda quero ser chupada”.

oral sex woman

 

Obs.: Os nomes dos entrevistados são fictícios para preservar sua integridade.

Alguma coisa pra falar? Vá em frente e deixe um comentário!

Obs: também odiamos SPAM, seu e-mail não será repassado para ninguém.

* Necessário