• Conhea nosso canal no Youtube
  • Inscreva-se no noss Feed RSS de Notícias

15 Erros sobre a Camisinha

1 set 2013     Sem Comentários    Publicado em: Artigo, Para Ele
camisinha_capa_post_face_e_site cópia

01) Não verificação de danos físicos:
Em uma pesquisa, verificou-se que cerca de 75% usuários de preservativos não prestam atenção ao defeito físico que poderia estar lá, ao abrir por exemplo o pacote de preservativos com um objeto cortante ou com dentes.

02) Data de validade não verificada:
Cerca de 61% dos homens em todo o mundo não verificam a data de validade impressa no invólucro do preservativo. Preservativos duram mais de 5 anos a partir da data fabricação, mas alguns preservativos mantidos em carteiras se tornam impróprios para uso rapidamente por causa do calor do corpo e de más condições de condicionamento.

03) Colocar “depois”:
Num estudo de comportamento sexual, verificou-se que 43% dos homens relataram colocar o preservativo após o início da penetração. Deve-se colocar a camisinha assim que a excitação iniciar, e se possível limpar a cabeça do pênis de possíveis secreções da excitação. Alguns espermatozóides já são liberados mesmo antes da ejaculação, o que pode resultar em doenças sexualmente transmissíveis e inclusive gravidez indesejada.

04) Não deixar espaço “reservado” na parte superior:
Cerca de 40% dos usuários de preservativos não sabem que a parte superior do preservativo deve ser apertado com os dedos durante o processo de colocar a camisinha, e assim se livrar do ar e deixar espaço para o esperma quando o gozo acontecer. Se ao colocar a camisinha houver uma bolha de ar poderá causar rompimento durante a relação sexual e inclusive desconforto para o próprio homem.

05) Tirando muito cedo:
Cerca de 15% dos homens relataram que tiram fora o preservativo mais cedo por várias razões, incluindo para evitar a perda de uma ereção. As pessoas, muitas vezes, pensam que a ejaculação não pode ocorrer sem uma ereção, o que não é verdade. Remover a camisinha antes de terminar a relação sexual pode levar a doenças sexualmente transmissíveis e gravidez.

06) Colocar de forma errada:
Cerca de 30% dos homens colocam a camisinha de dentro para fora o que faz o preservativo escorregar durante a relação sexual ou não seguram corretamente a ejaculação.

07) Reutilização de um preservativo:
Parece mentira, porém entre 1,4% e 3,3% das pessoas relataram reutilizar um preservativo durante encontros sexuais. A camisinha deve ser usada somente uma vez e devem ser eliminados no lixo (e nunca na privada).

08) Sem lubrificação:
Cerca de 16% a 25% das pessoas não estão cientes dos benefícios de lubrificação, enquanto usar a camisinha. Lubrificação é essencial quando você está fazendo sexo por um longo período de tempo. Se for usar a camisinha por um longo período, lembre-se de lubrificar com gel à base de água, pois a lubrificação natural não será suficiente (na maioria dos casos). A falta de lubrificação é uma das maiores causas de rompimento de camisinha.

09) Armazenamento incorreto:
Muitas pessoas não estão cientes de como guardar uma camisinha. Entre 3 e 19% das pessoas mantém os preservativos em condições que são contra as diretrizes de armazenamento de preservativos mencionados na embalagem. Mantê-los em luz solar direta, calor ou em sua carteira por muito tempo degrada a qualidade do látex.

10) Desenrolando antes de usar:
Algumas pessoas desenrolam completamente o preservativo antes do uso. Se o fizer, torna-se difícil de colocar e pode resultar em uma confusão, além de poder anular o efeito da proteção contra as secreções que acontecem durante a excitação, ou seja a camisinha pode se tornar inútil.

11) Não usar nenhuma proteção:
Algumas pessoas pensam que o uso do preservativo diminui completamente o prazer sexual, simplesmente não é verdade. Algumas mulheres inclusive reclamam que não gostam. Mas lembrem-se que os preservativos são umas das formas de se evitar doenças sexualmente transmissíveis. Muitas doenças, como a gonorréia, não são visíveis em quase 75% das mulheres. Além disso, como um bom acordo os preservativos podem adicionar prazer e uma vida sexual saudável.

12) Rompimento do preservativo:
Cerca de 29% dos usuários relataram rompimento do preservativo durante o ato sexual. Erros do usuário são responsáveis ​​por isso, não necessariamente a qualidade do produto. A utilização de óleo químico ou caseiro (margarina, manteiga) para a lubrificação compromete a qualidade do látex que pode resultar em rompimento (os óleos causam degradação do látex). O ideal é a utilização de lubrificantes à base de água ou na falta dele, da própria saliva.

13) Usar duas camisinhas:
Alguns homens pensam que utilizar mais de uma camisinha pode aumentar a proteção, o que é totalmente errado. A fricção dos látex entre as camisinhas pode ocasionar o rompimento das camisinhas. Usar camisinha juntamente com outro método contraceptivo é o mais recomendado neste caso.

14) Reusar em várias formas de sexo:
Algumas pessoas não sabem ou usam de forma incorreta o preservativo quando se trata de fazer sexo oral, vaginal e anal. Cada orifício possui a sua própria flora bacteriana, portanto deve-se evitar utilizar a mesma camisinha para o ato vaginal e anal ao mesmo tempo, um erro muito comum. Pode haver contaminação de um local para o outro e causar desconfortos ou inclusive contaminações posteriormente.

15) Não usar no sexo oral masculino:
Muitas doenças são transmitidas pelas secreções do pênis, da saliva e do sangue. Portanto mesmo o sexo oral pode transmitir doenças ocultas e não visíveis. Não adianta usar preservativo somente no sexo vaginal e/ou anal e não utilizar no sexo oral. A mulher pode ser contaminada ou contaminar, basta ter alguma ferida na boca, por exemplo.

Alguma coisa pra falar? Vá em frente e deixe um comentário!

Obs: também odiamos SPAM, seu e-mail não será repassado para ninguém.

* Necessário